terça-feira, Março 20, 2007

Grupos de Machos
















Posso ter 2 Porquinhos Machos juntos ?

(texto de Verena Fuchs)

O rumor que porquinhos-da-índia machos não podem permanecer juntos ainda persiste em muitas pessoas que têm porquinhos-da-índia e naqueles que estão a pensar adquiri-los. No entanto, nada disso é verdade e os machos são normalmente melhores animais de estimação que as fêmeas. Com as pessoas, são mais calmos e gostam mais de carinhos que as fêmeas na generalidade. Por causa disso, especialmente para crianças dois machos são a melhor solução.

Seguidamente aponto razões de modo a exemplificar que este rumor não tem fundamento: Muita gente que quer comprar ou adoptar um porquinho-da-índia prefere ter duas fêmeas em vez de dois machos porque pensam que os machos não podem ser mantidos juntos e cedo ou tarde começam a lutar e se tornam agressivos, tendo-se que separar no final. Isto não é verdade ! Muitas pessoas são donos felizes de um casal de porquinhos-da-índia machos que são os melhores amigos. Um macho pode ser mantido com outro macho sem qualquer problema, tal como uma fêmea com outra fêmea. No entanto para isso é necessário serem respeitadas certas regras.





Os machos precisam de ter algum espaço. Não é aconselhável a tê-los numa gaiola muito pequena. Se estiverem nervosos ou de mau humor nalgum dia, numa gaiola grande podem facilmente recolher-se num canto e não serem incomodados. Deve-se ter sempre uma casinha com espaço para os dois, ou duas casinhas diferentes para que não lutem por um espaço para dormir.






Os machos que vivem juntos não devem ser separados por longos períodos. Os porquinhos esquecem ao fim de algum tempo e se forem separados por um longo periodo podem lutar pelo ranking hierárquico. Por exemplo. em idas ao veterinário é sempre bom levá-los na mesma gaiola ou transportadora.






Os machos que vivem pacificamente com outros machos não devem ser utilizados para criação, pois isso é que origina as lutas, dado que os machos lutam pelas fêmeas e se um estiver em contacto com uma fêmea, de certeza que irá ficar inimigo do outro, mesmo que tenha sido o seu companheiro de sempre. Se o dono tiver machos e fêmeas para que haja uma convivência pacífica estes nunca devem estar na mesma gaiola ou numa gaiola ao lado. Não devem ter contacto visual com as fêmeas, nem ser soltos nos locais onde estas fazem exercício, sem que antes esse local seja bem limpo.






Tirando isso é possível ter gaiolas com machos e fêmeas no mesmo espaço, sempre evitando qualquer contacto entre eles. É complicado e muito difícil juntar dois machos adultos que não se conhecem, mas não é impossível. Como em qualquer animal depende do carácter de cada um e das suas histórias de vida, de modo a dar certo ou não.









Juntar dois machos jovens ou um adulto com um muito jovem é o aconselhável, pois quase nunca origina problemas. Pequenas lutas no principio são normais (as fêmeas também fazem isso). Fases mais difíceis podem ser a chegada à puberdade ou quando o jovem macho fica adulto, mas assim que a hierárquia fique de novo definida o grupo volta à sua pacatez. Se o espaço for realmente grande, é possível manter grupos de mais de dois machos juntos. No entanto isto só deve ser feito se os animais forem de carácter pacífico e se se conhecerem desde tenra idade.






A ordem do ranking nestes grandes grupos de machos é sempre um pouco instável e pequenas lutas podem ocorrer, mas desde que eles não se magoem ou causem ferimentos o dono não precisa de se preocupar. No entanto, se começarem a magoar o outro gravemente é altura de separá-los e talvez dividir o grupo em dois mais pequenos. Tal como os humanos, nem todos os porquinhos gostam uns dos outros. Só porque um macho não gosta do companheiro, ou a fêmea luta com a companheira, não quer dizer que com outro porquinho tenham um comportamento desse género, e em muitos casos dão-se bem com outros companheiros. Os animais têm também o direito de decidir com quem gostam de ficar e quem não gostam de cheirar.






É sempre aconselhável e de valer a pena tentar que tenha um novo companheiro de quem goste, do que viver toda a vida sozinho. Os porquinhos são animais sociais como nós e não devem ser mantidos sozinhos. Como nós temos pessoas que não gostávamos de compartilhar as nossas vidas, eles também têm, e no entanto há muitas outras de quem gostamos e eles também. Se um porquinho realmente não se consegue dar bem com o companheiro, pode ser castrado por um veterinário experiente em roedores e junto com uma fêmea depois de uma quarentena de 6 semanas.






Outro rumor é que o porquinho macho deita mais cheiro que as fêmeas. Isso não é verdade. Se os porquinhos cheiram mal é porque as gaiolas não são limpas regularmente como deviam. A única coisa que nos machos os donos se devem preocupar será limpar o saco peri-anal, que por vezes em alguns machos fica com sujidade colada e que realmente cheira mal. Mas se o animal for limpo regularmente não há problema nenhum, faz parte dos cuidados e do check-up regular que o dono deve ter sobre o seu animal. Para este caso uma toalhinha húmida para bébé limpa o referido saco e fica tudo bem.






Outro aspecto positivo dos machos é que não podem ter gravidez. Normalmente nas lojas de animais ou animais que vêm para adopção as fêmeas estão muitas vezes grávidas. Ficando com dois machos, o dono fica garantido em relação ao problema de dois meses mais tarde encontrar novos habitantes na gaiola dos porquinhos. Nós temos vários pares de machos que vivem juntos. Irmãos, pais com filhos, machos adultos que não fazem mais criação com jovem machos, jovens machos até serem vendidos ou adultos que se conhecem desde há muito tempo.






Normalmente não temos nenhum problema com eles, exceptuando um caso ou outro. Os nossos machos são muito sociáveis. No entanto, como seres vivos, nunca pode haver uma garantia que dois animais sejam amigos para toda a vida. Os porquinhos-da-índia machos não são maus como a sua fama dita !






Se está interessado em ter dois porquinhos como animal de estimação, não hesite em levar dois machos. Seguindo as regras básicas anteriormente mencionadas, será muito feliz com o seu casal de machos.